Área do Associado
Fale conosco

Documentos de orientação - Comissão de Desenvolvimento Atípico

  • A formação do profissional que trabalha com ABA (Análise do Comportamento Aplicada) e Transtorno do

    Cintia Guilhardi, Ariene Coelho, Cássia da Hora, Leila Bagaiolo, Thais Sales, Claudia Romano e Marilu Borba A ABPMC está atualmente discutindo formas de ajudar e proteger tanto a comunidade que consome os serviços prestados pelos analistas do comportamento quando os profissionais que desejam direcionar sua formação . Atualmente há um selo de Acreditação em vigência que está com propostas de aprimoramento em debate pela comunidade (inserir link do boletim contexto). Sobre a formação, a Comissão de Desenvolvimento Atípico preparou um documento descrevendo as características deste profissional no Brasil
  • A formação do profissional que trabalha com ABA e TEA no Brasil: Recomendações preliminares

    A comissão de desenvolvimento atípico da ABPMC lança uma nota técnica com o objetivo de abrir o debate acerca da formação do analista do comportamento brasileiro que trabalha com Análise do Comportamento Aplicada ao Transtorno do Espectro Autista, de forma a orientar os profissionais em sua formação e os consumidores na busca por um profissional com formação adequada. O documento aborda algumas recomendações de conteúdo programático para cursos voltados a esse tipo de profissional, discute a diferença entre diferentes modalidades (latu e stricto sensu) e debate brevemente questões relacionadas às certificações disponíveis no mercado.